Ana Aguiar Retratos - A importância do registro fotográfico
Blog

Pra quem são os retratos?

Uma das coisas mais tristes que acompanhei ultimamente foi um relato de uma amiga fotógrafa durante a negociação do seu trabalho com uma mãe interessada em registrar o aniversário do seu bebê. E durante a negociação a mãe decidiu não fazer as fotos, então a fotógrafa falou sobre a importância das memórias e a resposta que recebeu foi: ”eu tenho boa memória, não preciso de fotos”. Lendo isso uma perguntinha martelou a minha cabeça, que a propósito é o nome do post: ”Pra quem são os retratos?”.

O porque fotografamos tanto? O porque tiramos inúmeras fotos? A fotografia tem como seu principal intuito ter aquele momento ”eternizado”. Ela serve pra que daqui a alguns anos esses momentos sejam relembrados e trazidos a tona, fotografias são aliadas da nossa memória. NÃO, não temos memória boa! A memória falha. E NÃO,a fotografia não é pra você! É um registro da sua existência no mundo, da existência da sua estória, da vida. Fotografias são um presente aos nossos filhos, netos, bisnetos. São memórias para gerações.

2

Com a era tecnológica e com a importância da boa imagem nas mídias sociais o propósito de fotografar é dado como um click qualquer. É claro que temos que concordar que a fotografia se tornou mais acessível ao decorrer dos anos, mas vale sempre lembrar da pergunta: Afinal, pra que e quem tiramos tantas fotos?
O retrato feito pelo celular deve estar além de uma postagem do facebook ou guardado na memória do próprio. Já tivemos vários relatos de pais que perderam todas as fotografias do filho pois o celular foi roubado. Precisamos voltar a ter o habito que imprimir as fotos e ter consigo a segurança delas de algum modo.

Por isso, fotografe o seu filho! Escreva sua estória através das imagens, IMPRIMA essas imagens, façam livros dessas imagens. Construa essa história, alimente sempre ela com essa pergunta: ”pra quem estou fazendo esses retratos?” Depois que essa importância estiver em primeiro lugar, o hábito de registrar momentos vão prevalecer.

Proibida a reprodução da matéria sem aviso prévio.

Comentários (1)

  • Você é demais, Ana! A fotografia precisa MESMO ser vista e vivida dessa forma.. <3

    Responder

Deixe um comentário